PSICÓLOGA

CRP 06/84018

Av. Leôncio de Magalhães, 1004, conj. 95, 9o andar - Jardim São Paulo - São Paulo - SP 02042-001

 (ao lado do metrô Jd. São Paulo)

 Zona Norte - proximidades: Tucuruvi, Parada Inglesa, Santana, Imirim, Casa Verde, Mandaqui.

011-98516-4141

  • Instagram

TERAPIA COGNITIVO COMPORTAMENTAL

o que é

A Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) é um modelo de terapia que integra técnicas cognitivas e comportamentais. A abordagem tem embasamento científico e recomendada para o tratamento de transtornos psiquiátricos, tratando também de outros temas não necessariamente relacionados aos transtornos mentais.

 

Em termos históricos, considera-se que o modelo originou-se da Terapia Comportamental que ganhou notoriedade na década de 50 tendo como foco a mudança comportamental e análise do ambiente onde o comportamento ocorre, identificando seus estímulos antecedentes e consequentes.

 

Considerou-se, contudo, que a abordagem não abrangia de forma satisfatória o suficiente, a compreensão dos aspectos emocionais, embora na abordagem comportamental também inclua os pensamentos, como comportamentos privados. E pouco tempo depois, na década de 60, surgiu a Terapia Cognitiva apresentando o pressuposto de que as pessoas desenvolvem e mantêm crenças ao longo da vida, formando uma visão de si próprias, do mundo e do futuro. Sob esse enfoque, o terapeuta trabalha nas distorções cognitivas e na modificação de crenças errôneas.

 

Já a Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) concilia procedimentos utilizados nas técnicas comportamentais com técnicas utilizadas para modificação de processos cognitivos. Pela abordagem entende-se que a forma como pensamos influencia a maneira como nos sentimos e nos comportamos.  Por esse motivo, é importante identificar a leitura que fazemos de nós mesmos, das outras pessoas e do mundo, a fim de compreender possíveis distorções (leituras não realistas), modificar os comportamentos que limitam e reavaliar a história de vida, re-significando experiências.

 

Referências

Beck, A. T. Cognitive Therapy and emotional disorders. New York: International Universities Press, 1976.

Dobson K.S., Handbook of cognitive-behavioral therapies. New York: Guilford. 1988.

Rangé, B. – Psicoterapias Cognitivos Comportamentais. Um diálogo com a psiquiatria. Porto Alegre: Artmed, 2001.